Guerra? 157 pessoas são assassinadas por dia no Brasil

Estados com maiores taxas de homicídios são Roraima, Amapá, Rio Grande do Norte e Pará

Os dados da 13ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostram que o número de homicídios no Brasil caiu 10,8% no último ano. Mas os números continuam parecidos com os de países em guerra.

Foram 57.341 pessoas assassinadas no Brasil em 2018, uma média de 157 por dia. Isso representa uma taxa de 27,4 assassinatos a cada 100 mil habitantes, em um ano.

Os estados com as maiores taxas são Roraima (66,6), Amapá (57,9), Rio Grande do Norte (55,4) e Pará (54,6).

Segundo dados do relatório, os homicídios cresceram entre 2015 e 2017, quando atingiram seu ápice, e passaram a cair a partir de então.

Em 2016, apenas seis estados tiveram queda nos homicídios, em comparação com 2015. Já em 2017, treze estados apresentaram tendência de queda, em relação ao ano anterior. No ano seguinte, eram vinte e um estados em queda e, em 2019, vinte e dois dos vinte e sete estados.

O relatório identifica surtos de homicídios em determinados períodos e estados, como o crescimento de 63% dos homicídios no Tocantins e de 41% no Acre em 2016; crescimento de 63% dos homicídios no Acre e de quase 40% no Espírito Santo, Pernambuco e Paraná em 2017; aumento de 109% em Roraima e 26% no Ceará em 2018; e o aumento de 76% nos homicídios no Amapá em 2019.

De 2017 para 2018, o número de casos de feminicídio no Brasil cresceu 4%. 1.206 mulheres foram vítimas de feminicídio em 2018. Em 88,8% dos casos, o autor era companheiro ou ex-companheiro da vítima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.