Brumadinho: quase 100 corpos foram encontrados até agora; ainda restam 259 desaparecidos

Do total de mortos, 57 foram reconhecidos pelo IMLBárbara Ferreira, especial para O Globo30/01/2019 – 18:27 / Atualizado em 30/01/2019 – 19:08

Tragédia em Brumadinho: 99 corpos foram achados pelas equipes de resgate Foto: Alex de Jesus / O Tempo / Agência O Globo / Agência O Globo
Tragédia em Brumadinho: 99 corpos foram achados pelas equipes de resgate Foto: Alex de Jesus / O Tempo / Agência O Globo / Agência O Globo

RIO – O número de mortes emBrumadinho (MG) chegou a 99 nesta quarta-feira, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Até ontem, 84 vítimas tinham sido encontradas. Desse total, 57 pessoas foram identificadas pelo Instituto Médico Legal ( IML ) de Belo Horizonte. Ainda restam 259 desaparecidos, que seguirão sendo procurados pelos resgatistas nos próximos dias. A tragédia decorrente do rompimento de uma barragem da Vale deixou ainda 176 desalojados. O balanço dos números é divulgado sempre ao fim de dia de buscas. RECEBA AS NEWSLETTERS DO GLOBO:CADASTRARJá recebe a newsletter diária? Veja mais opções

SAIBA MAIS

Família diz que defensora do meio ambiente morreu ao tentar salvar cão em Brumadinho

Imagem da matéria

Vale põe réu do caso Mariana para negociar com governo federal sobre Brumadinho

Imagem da matéria

Imagens mostram resgate de vaca que virou símbolo de resistência em Brumadinho

Imagem da matéria

Polícia Civil inicia coleta de material para exame de DNA de parentes de desaparecidos em Brumadinho

Imagem da matéria

O foco da operação desta terça-feira foi a área para onde foram arrastados os funcionários da mineradora que estavam no refeitório próximo à barreira de contenção que se rompeu. Dez corpos foram encontrados nesta região, que foi identificada nos últimos dois dias a partir do reconhecimento de itens de mobiliário e de botijões de gás.

FOTOS: EQUIPES DE RESGATE BUSCAM DESAPARECIDOS EM BRUMADINHO

É o quinto dia de trabalhos na região do Córrego do Feijão. Até agora, 65 corpos foram encontrados, 31 dos quais identificados, e 288 pessoas ainda estão desaparecidas Márcia Foletto / Agência O Globo
É o quinto dia de trabalhos na região do Córrego do Feijão. Até agora, 65 corpos foram encontrados, 31 dos quais identificados, e 288 pessoas ainda estão desaparecidas Márcia Foletto / Agência O Globo
Os trabalhos de buscas no mar de lama de rejeitos em Brumadinho (MG) foi retomado na manhã desta terça-feira com o apoio do Corpo de Bombeiros de Minas e de tropas israelenses, que trabalham de forma integrada deste a última segunda-feira Márcia Foletto / Agência O Globo
Os trabalhos de buscas no mar de lama de rejeitos em Brumadinho (MG) foi retomado na manhã desta terça-feira com o apoio do Corpo de Bombeiros de Minas e de tropas israelenses, que trabalham de forma integrada deste a última segunda-feira Márcia Foletto / Agência O Globo
As equipes atuam prioritariamente na região onde foi localizado um micro-ônibus, soterrado pela avalanche da última sexta-feira, e no local onde foram encontrados materiais que podem ser parte do refeitório de funcionários da Vale, localizados a um quilômetro de onde a estrutura estava instalada Márcia Foletto / Agência O Globo
As equipes atuam prioritariamente na região onde foi localizado um micro-ônibus, soterrado pela avalanche da última sexta-feira, e no local onde foram encontrados materiais que podem ser parte do refeitório de funcionários da Vale, localizados a um quilômetro de onde a estrutura estava instalada Márcia Foletto / Agência O Globo
Após dias de muita instabilidade na lama, que impedia a utilização de máquinas na busca por sobreviventes e vítimas e exigiam grande esforço por parte das equipes, escavadeiras foram vistas trabalhando na região onde o micro-ônibus estava soterrado Márcia Foletto / Agência O Globo
Após dias de muita instabilidade na lama, que impedia a utilização de máquinas na busca por sobreviventes e vítimas e exigiam grande esforço por parte das equipes, escavadeiras foram vistas trabalhando na região onde o micro-ônibus estava soterrado Márcia Foletto / Agência O Globo
Soldados israelenses (de preto) e bombeiros brasileiros utilizaram equipamentos de Israel para acessar uma parte do micro-ônibus soterrado. Número de passageiros ainda é desconhecido Márcia Foletto / Agência O Globo
Soldados israelenses (de preto) e bombeiros brasileiros utilizaram equipamentos de Israel para acessar uma parte do micro-ônibus soterrado. Número de passageiros ainda é desconhecido Márcia Foletto / Agência O Globo

PUBLICIDADE

Helicópteros são utilizados a todo o momento no resgate de corpos, uma vez que a instabilidade da lama impede o uso de veículos terrestres. A expectativa é que corpos de funcionários da Vale e visitantes do Instituto Inhotim sejam recuperados na região do rio Paraopeba Márcia Foletto / Agência O Globo
Helicópteros são utilizados a todo o momento no resgate de corpos, uma vez que a instabilidade da lama impede o uso de veículos terrestres. A expectativa é que corpos de funcionários da Vale e visitantes do Instituto Inhotim sejam recuperados na região do rio Paraopeba Márcia Foletto / Agência O Globo

1 de 7

No fim da tarde desta quarta-feira, a operação foi paralisada por conta da forte chuva que caiu em Brumadinho entre 14h30 e 15h30. Houve impacto apenas na consistência dos rejeitos que eram contidos pela barragem e que agora forma um “mar de lama” sobre o município. Duas árvores caíram na estrada de acesso ao Córrego do Feijão, mas o problema foi rapidamente solucionado pelos bombeiros. Amanhã, os trabalhos serão reiniciados às 4h e terão foco novamente na região do local onde funcionários se alimentavam.

A Polícia Militar de Minas Gerais intensificou a patrulha na região afetada para evitar saques. A corporação informou que 300 pessoas foram abordadas nas imediações neste processo de prevenção. Na quinta-feira, uma equipe do Comando de Operações em Áreas de Mananciais e Florestas (Comaf) vai auxiliar as buscas nas áreas de mata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.