A história do Estádio Durival Britto e Silva, sede da Copa do Mundo de 1950.

Quando inaugurado, o estádio passou a ser o terceiro maior do país, atrás do Pacaembu, em São Paulo e o São Januário, no Rio de Janeiro

11 de novembro de 2020

Inaugurado em 23 de janeiro de 1947, o Estádio Durival Britto e Silva, também conhecido como Vila Capanema, comporta 20.083 espectadores. Quando inaugurado, o estádio passou a ser o terceiro maior do país, atrás do Pacaembu, em São Paulo e o São Januário, no Rio de Janeiro. A primeira partida realizada no estádio foi um jogo amistoso para testar a iluminação que terminou na vitória do fluminense por 5 a 1 em cima do antigo Ferroviário. Hoje, o mandante e proprietário é o Paraná Clube. O estádio fica localizado na cidade de Curitiba, no estado do Paraná.

O estádio foi nomeado Durival Britto e Silva como uma homenagem ao superintendente da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (RVPSC). O terreno onde o estádio foi construído era de propriedade da RVPSC. Já o seu apelido é devido ao antigo nome do bairro onde ele está localizado, Vila Capanema, que hoje se chama Jardim Botânico devido ao ponto turístico da cidade, o Jardim Botânico.

Em 1950, o estádio chegou a ser uma das sedes da Copa do Mundo no Brasil. A construção foi feita pelo Ferroviário que após uma fusão com o Britânia S.C. e com o Palestra Itália F.C., formou o Colorado Esporte Clube. Anos depois, em 1989, o Colorado se juntou ao Esporte Clube Pinheiros, virando o Paraná Clube, o atual dono do estádio, time que está na Série B do Campeonato Brasileiro de 2020.

Em 2018, o então presidente da república, Michel Temer, encerrou a disputa judicial pela posse do terreno, quando assinou uma medida provisória dando a posso do Durival de Britto e Silva ao Paraná clube por trinta anos, que poderão ser renovados por igual período ou por tempo indeterminado.

COPA DO MUNDO DE 1950

Quando o brasil ganhou o direito de sediar a copa do mundo, a Federação Paranaense de Futebol cedeu à antiga CBD, hoje CBF, o Estádio Durival Britto e Silva, recém construído. Após ser aprovada, pela comissão de vistoria de estádios, a Vila Capanema passou a ser um dos locais sede para jogos os jogos da copa.

O jogos da Copa realizados no estádio foram: Espanha e Estados Unidos; Paraguai e Suécia.

Outros jogos importante realizados no estádio foram: a final do paranaense de 1950 entre Ferroviário (vice) e Coritiba (campeão); a final do paranaense de 1965 entre Ferroviário (campeão) e Coritiba (vice). O título de “Campeão do Centenário” para o ferroviário. Final do paranaense de 1980 entre Colorado e Cascavel, onde as duas equipes foram consagradas campeãs. Em 93, o Paraná foi campeão paranaense na final contra o Matsubara por 3 a 1 na frente de 16 mil torcedores.

No fim de 2005, foi feita uma revitalização do estádio, com reformas no gramado, bares, banheiros e ampliação com construção de novos setores e camarotes. A obra foi orçada em quase dois milhões e meio de reais. A reinauguração foi feita dia 20 de Setembro de 2006, na vitória do Paraná sobre o Fortaleza por 2 a 0, pelo campeonato brasileiro.

Em 2007, o Paraná clube jogou 5 jogos internacionais na Vila, pela Copa Libertadores da América, até ser eliminado em um jogo contra o Libertad do Paraguai no mata a mata. Na fase de grupos, o Paraná enfrentou no estádio as equipes: Flamengo, Real Potosí da Bolívia e o Union Maracaibo da Venezuela. Na pré libertadores o clube paranaense enfrentou o Cobreloa do Chile.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.