Menino de 4 anos ganha casa após pedir bolacha e café em vídeo gravado por ONG no Piauí

A doação foi feita por intermédio de uma postagem feita nas redes sociais de uma ONG em Barras, no Norte do Piauí. A casa foi comprada por um empresário do Rio de Janeiro.

04/09/2020 17h35  Atualizado há 17 horas

Menino ganha casa após gravar vídeo pedindo bolacha e café no Piauí

https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.407.2_pt_br.html#goog_80080701500:00/00:53

Menino ganha casa após gravar vídeo pedindo bolacha e café no Piauí

A vida do pequeno Emanuel Sousa, de 4 anos, mudou após um simples pedido feito por ele para voluntários da ONG Mundo Colorido, em Barras, no Norte do Piauí. O garoto gravou um vídeo em que pediu ‘bolacha e café’, mas acabou ganhando uma casa mobiliada de um empresário do Rio de Janeiro.

O vídeo foi gravado há cerca de 20 dias. Ao G1, uma das voluntárias da organização, Amanda Paz, contou que conheceu Emanuel durante uma entrega de sopas em regiões que moram pessoas de baixa renda.

Após conhecerem a situação da casa onde o menino morava, os voluntários decidiram gravar um vídeo com ele e postar nas redes sociais em busca de ajuda. Duas semanas depois da postagem, um homem que faz parte de um grupo de maçons em Barras procurou os voluntários informando que o seu tio, um empresário do Rio de Janeiro, estava disposto a comprar uma casa para a família de Emanuel.

A casa foi entregue à família de Emanuel Sousa na terça-feira (1°) — Foto: Arquivo Pessoal /Amanda Paz

A casa foi entregue à família de Emanuel Sousa na terça-feira (1°)

“Ele pediu bolacha com café. O pedido foi tão simples e ele estava vivendo em uma casinha sem janela, sem banheiro, sem geladeira e sem fogão. Eu creio que foi isso que tocou no coração das pessoas e fez com que chegasse o vídeo até o doador da casa, que não quer se identificar e nem mesmo nós conhecemos. Foi por intermédio do Flávio, o doador é tio dele”, contou Amanda.

Emanuel recebeu a casa na terça-feira (1°). Além de uma moradia, a mãe do garoto, Maria Nelsa Rêgo, contou que não falta mais comida. “Hoje os meninos dormem sossegado, porque lá não dormiam. Quando dava um vento, o menino já sentava na rede com medo da casinha cair. E aqui não, nem vento entra. Agora temos comida, porque antes não tinha, sempre faltava”, lembrou.

Sonhos realizados

Voluntários se reúnem para realizar sonhos de 3 crianças em Barras

https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.407.2_pt_br.html#goog_80080701700:00/06:05

Voluntários se reúnem para realizar sonhos de 3 crianças em Barras

Além de Emanuel, os voluntários da ONG Mundo Colorido também ajudaram a realizar os sonhos de Gleyciane e Humberto. A menina pediu um banheiro em casa, porque o seu maior sonho era tomar banho de chuveiro, o que comoveu diversas pessoas nas redes sociais.

“Quando passamos pelo bairro onde ela mora, nós vimos aquela casinha simples. Nós batemos na porta avisando ‘venha buscar a sopa’. Quando ela abriu a porta, nós vimos o banheiro. No outro dia nós fomos lá ver a situação. Nós perguntamos para ela o maior sonho e ela disse: Tia, o meu maior sonho é banhar de chuveiro”, contou a voluntária Amanda.

O sonho de Gleyciane se tornou realidade. O banheiro de sua casa está em construção. Humberto também teve a sua vontade feita por intermédio dos voluntários. O garotinho pediu apenas um guarda-roupa, mas ganhou também uma casa do empresário Gilmar Lucas, de São Paulo.

“Não posso fechar os olhos para casos assim como o Humberto. É uma forma de agradecer à Deus. Eu me sinto privilegiado, agradecido à Deus”, comentou o doador.

Gilmar Lucas foi conhecer a família de Humberto — Foto: Arquivo Pessoal /Amanda Sousa

Gilmar Lucas foi conhecer a família de Humberto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.