Por vingança, mulher mata filha da vizinha

Mulher confessou o crime “eu queria era a mãe dela”

 

Um crime brutal abalou a cidade de Divinópolis, em Minas Gerais, nesta sexta-feira (9). Uma criança, de apenas seis anos, foi encontrada morta no quintal de uma casa após ser jogada do segundo andar. Amanda Filgueiras estava desaparecida desde o final da tarde de quinta-feira (8) quando voltou da escola com a mãe.

No início da madrugada desta sexta-feira (9) moradores da região escutaram um barulho e acionaram a Polícia Militar (PM). Ao chegar na residência, os militares identificar o corpo da menina, já sem vida.

Menina é desaparecida após voltar da escola

A pequena Amanda voltou da escola na tarde desta quinta-feira (8) junto com a mãe. Após chegar em casa, a mulher foi responder algumas conversas no celular e depois não viu mais a menina. Desesperada, a mãe pediu ajuda a vizinhos e iniciou as buscas pela região.

Durante a noite, os moradores realizaram buscas até mesmo em matas próximos a casa da criança, entretanto, todas sem sucesso.

mata filha vizinha
AMANDA TINHA SEIS ANOS 

Criança é morta pela vizinha

Já na madrugada de sexta-feira (9) um barulho chamou a atenção de moradores. Após pensarem ser um acidente, vizinhos identificaram algo estranho no quintal de uma residência. Depois de acionarem a PM, os agentes identificaram o corpo da criança, sem vida, na casa de uma vizinha, bem próximo a onde ela morava.

De acordo com laudo inicial da perícia, a menina não morreu em virtude da queda e sim por afogamento. Como o corpo estava rígido, os investigadores acreditam que a menina havia sido morta há pelo menos quatro horas. Amanda possuía marcas na região do pescoço.

Vizinha confessa o crime

proprietária do imóvel confessou a autoria do crime a Polícia Civil (PC). De acordo com os agentes, a mulher revelou que matou a criança por vingança a mãe de Amanda. Segundo a suspeita, a mulher havia feito uma denuncia contra ela ao Conselho Tutelar.

Indignada com atitude da mãe de Amanda, a vizinha sequestrou a criança e tirou a vida da pequena. “Ela era um anjo. Eu queria a mãe dela”, chegou a contar a mulher na delegacia.

Em depoimento a PC, a mulher confessou o crime e contou detalhes sobre o assassinato. De acordo com o delegado, a acusada não queria que a filha, de apenas cinco anos, que era amiga de Amanda, presenciasse o crime, então levou a vítima para outro cômodo.

No local, com uma corda a mulher tentou estrangular a criança. Já desacordada, Amanda foi mergulhada em um balde com água. No início da madrugada, a suspeita arremessou o corpo da vítima pela varanda do segundo andar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.