INSS nega auxílio-doença a mulher cega e sem movimentos

INSS nega auxílio-doença a mulher cega e sem movimentos

Quase metade dos pedidos de auxílio-doença são recusados pelo INSS. É dever dos médicos peritos zelar pelos cofres públicos e impedir que pessoas em condições de trabalhar recebam o benefício indevidamente. Entretanto, muitas injustiças acontecem, como um caso absurdo que o Hoje em Dia exibiu nesta segunda-feira (5). Gabriela sofre de uma doença neurológica desconhecida que a fez perder os movimentos de todo o corpo e ficar cega. Hoje, ela sequer consegue ver ou abraçar a própria filha. Mesmo nessas condições, Gabriela é considerada apta ao trabalho pelo Instituto Nacional de Seguro Social. O marido dela, que teve que largar o trabalho para cuidar da esposa, vive à base de doações. Logo após a exibição da reportagem, o apresentador Cesar Filho, indignado, disparou: “O Brasil não é um país sério”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.